26 de ago de 2016

Desfile pela Avenida Brasil - Década de 1960


Desfile ocorrido no final da década de 1960, ao longo da Avenida Brasil. No detalhe, o caminhão do Corpo de Bombeiros de Maringá.

Destaque para os expectadores no alto do edifício do Banco do Estado do Paraná S.A., na esquina com a Avenida Getúlio Vargas.

Possuí mais informações desta imagem? Deixe um comentário. 

Fonte: Gerência de Patrimônio Histórico de Maringá / Acervo Maringá Histórica. 

15 de ago de 2016

Anúncio: Cine Horizonte


Anúncio da "Empreza Cinematográfica Horizonte", proprietária do Cine Horizonte, fundado em 1951 na Avenida Brasil, e transferido para a Avenida Riachuelo em 1966.

Além dos grandes filmes, o cinema ficou conhecido por investir muito nas propagandas criativas que eram desenvolvidas para os lançamentos da época. Um dos exemplos que mais chamou a atenção foi quando um grande avião, todo destroçado, ficou exposto na entrada do cinema em função do lançamento do filme Os Sobreviventes dos Andes, em 1976.

No destaque, a logomarca do Cine Horizonte em melhor resolução - que traz sua arquitetura sob o sol se pondo ao horizonte:


Fonte: Acervo Maringá Histórica / Anuário de Maringá - 1969.

Moinho de Trigo - Década de 1960


Eis o Moinho de Trigo do empresário Oswaldo Chiuchetta, localizado na Avenida Mauá. A imagem provavelmente é do início da década de 1960.

Esta empresa teve início em 1958 e também atuou com o milho, chegando a processar 50 toneladas com a participação de 150 funcionários. Mais tarde a empresa foi renomeada como Trigomil, encerrando as atividades em 1990.

O prédio ainda resiste ao tempo. Mesmo que degradado, ainda representa parte da história da indústria local. 

Saiba mais sobre este estabelecimento e sobre o seu proprietário clicando AQUI.

Fonte: Museu Unicesumar / Acervo Maringá Histórica. 

Quem foi Aniceto Matti?


Aniceto Matti nasceu em 9 de janeiro de 1920 na província de Piacenza, na Itália. E aos nove anos ganhou seu primeiro piano.

Tendo dedicado sua vida aos estudos de música clássica e erudita, chegou a Maringá depois de uma temporada frustrada na Argentina, no início década de 1950. 

Fixou residência na nova cidade e passou a se apresentar e conduzir programas artísticos na Rádio Cultura de Maringá. Ao lado do poeta Ary de Lima, compôs os hinos à Maringá. aos Pioneiros e à UMES. Nas décadas de 1970 e 1980, Matti atuou como regente e professor de piano da Fundação Luzamor - entidade fundada em 1975 pelas irmãs Sumiko e Yaeko Myamoto.

Aniceto Matti faleceu em 14 de dezembro de 2000, aos 80 anos. Hoje, ele empresta seu nome ao mais importante prêmio da Cultura maringaense, que distribui pouco mais de R$ 1 milhão a cada edição. Trata-se do Prêmio Aniceto Matti, gerido pela Secretaria Municipal de Cultura. 

Fonte: Gerência de Patrimônio Histórico / Museu Unicesumar / Acervo Maringá Histórica. 

11 de ago de 2016

Estoque de Toras - Década de 1960


O registro acima, do início da década de 1960, prova que o desmatamento seguiu vertiginosamente durante décadas desde o início da urbanização de Maringá. 

No detalhe, milhares de toras de madeiras diversas compõe o estoque de despacho da Estação Ferroviária da cidade.

Fonte: Acervo Maringá Histórica.